Na manhã desse sábado, Carlos Rúben Sánchez Garcete, conhecido como “Chicharó” foi assassinado dentro de sua casa, enquanto ainda dormia.

Informações são de que os assassinos tocaram a campainha e se identificaram como agentes do Senad entrando tranquilamente na casa e indo té o quarto da vítima onde assassinaram Chicarró com vários disparos que atingiram a cabeça, ombro, abdômem e tórax. Em entrevista a rádio Império 103.1, Dr Gustavo Galeano, médico forense, disse que várias armas foram utilizadas para matar a vítima, como escopeta, pistola, metralhadora

O crime conteceu por volta das 06h45min, na residência da vítima localizada na Rua Mariscal López com Aquidabán no bairro Mariscal Estigarribia, centro da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã.

Na noite anterior, conforme relatos, a vítima estava na companhia de vários migos que foram embora de madrugada. Na casa onde aconteceu o crime, ainda estava o filho da vítima, uma criança de apenas 8 anos, mas que não ficou ferida.

Sanchez Garcete é suplente eleito do deputado e atual candidato a prefeito da cidade paraguaia, o advogado e professor Marcial Lezcano Paredes.