Pré-candidato a deputado federal pelo MDB, Carlos Bernardo disputará pela primeira vez um cargo político

 

Para propor um processo de revalidação de diploma mais justo, para que todos os médicos recém- formados em instituições estrangeiras possam ter acesso à prova, o diretor-geral do curso de Medicina da UCP (Universidade Central do Paraguai), Carlos Bernardo, decidiu se lançar como pré-candidato ao cargo de deputado federal pelo MDB nas eleições deste ano.

De acordo com Bernardo, a decisão de disputar uma corrida eleitoral pela primeira vez foi despertada há 15 dias, impulsionada pelo ex-governador André Puccinelli, devido a grande demanda de acadêmicos brasileiros formados no Paraguai, que enfrentam dificuldades em conseguir a licença para trabalhar no Brasil.

“Vou andar os 79 municípios, mas eu sou representante da fronteira em si. Mas em especial os alunos que se formam no exterior, porque esses estudantes não tem representação nenhuma em Brasília. Hoje o Revalida não é para um aluno que acabou de sair da faculdade e sim para um médico especialista. Precisamos discutir e fazer um Revalida justo”, propõe o emedebista.

FONTE: CAMPO GRANDE NEWS